segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Ano Novo, coisas novas

Uma vez que estamos a começar um novo ano, hoje resolvi pegar na ideia da minha comadre, e vou também criar uns objectivos para este ano no sentido de melhorar a minha vida, o meu bem estar e de quem me rodeia. Vou apenas tentar cumpri-los, alguns poderei não conseguir, seja como for vou tentar. E então, o que eu quero fazer este ano é:

- Adaptar-me mais no meu novo desafio profissional. Comecei à mês e meio e sinto que ainda estou muito aquém daquilo que deveria ser o meu papel principal da empresa. Sinto que ainda não há total confiança por parte de alguns colegas, sendo que daqueles que interessam já tenho a confiança merecida. Mas quero ser amigo de todos e quero ser reconhecido como bom colega e profissional tal como fui onde estava anteriormente.

- Ser melhor marido e melhor pai. Penso não ter sido mau marido e pai este ano, mas sei que posso fazer melhor, especialmente como marido. Tenho de dar mais atenção à família, pois bem merecem.

- Aprender a separar o tempo de trabalho com o tempo fora do trabalho. Tenho muito a mania de chegar a casa e pensar o que vou fazer no dia seguinte, coisa que não devia. Dedicar-me mais aos amigos, coisa que tenho falhado imenso. Para mim, durante a semana, o meu primeiro destino a seguir ao trabalho é casa, e por casa fico. Aos Domingos a partir das 17 horas já é noite e começo logo a pensar no dia seguinte. Não posso fazer nada disto, nem ao fim de semana nem durante a semana. Tenho de mudar de estratégia.

- Mudar os meus hábitos alimentares e cuidar mais da minha saúde. Sim, já mencionei isto em posts anteriores e a coisa não deu. Vou tentar de novo, e espero desta vez aguentar mais tempo.

- Tenho de começar a fazer uma gestão das nossas despesas para perceber o que há de errado. Nos últimos 2 ou 3 meses, os nossos rendimentos mensais não têm chegado para as nossas despesas, ao ponto de ter que ir buscar mais algum às nossas poupanças. Há qualquer coisa que está a falhar mas ainda não consegui perceber o quê exactamente. A minha Maria diz que é a prestação da "faculdade" do meu filhote. Isso ajuda sim, mas uma vez que mudei de emprego com vencimento superior, não deveria notar essa diferença.

- Começar um novo investimento, painéis foto voltaicos. Ok, este vai contra o ponto anterior onde digo que há algo de errado nos nossos gastos. Depois de descobrir isso, meto-me a sério nesta coisa.

Bom, isto é tudo coisas gerais, tirando este último não há nada de concreto que tenha de fazer naquele dia àquela hora, mas também não me quero comprometer em nada que não consiga de todo cumprir. Nunca fui esse tipo de pessoa, apenas indico coisas que penso pelo menos tentar se não conseguir.

E enfim, é isto. Bom ano a todos.
Enviar um comentário