quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Guilherme, Feliz aniversário e batizado

Olá,

hoje vou falar sobre o baptizado/aniversário que ocorreu no Domingo passado, dia 04 de Outubro.

Deu bastante trabalho, mas valeu a pena. Os preparativos já tinham começado há algum tempo, para quem lê o blog sabe disso.
Mas esta sexta-feira e sábado é que o trabalho foi ligeiramente maior:
  1. Tivemos de arrumar a casa, com limpeza a fundo em todas as compartições da casa e "believe me", são muitas compartições.
  2. Tivemos de ir buscar os brindes para os convidados, os salgados, e no Domingo de manhã ainda fui buscar pãozito e miniaturas de pastelaria.
  3. Tive de terminar a selecção de músicas que iria passar no Domingo e de terminar a apresentação de slides que iria mostrar como surpresa aos padrinhos do Guilherme.
  4. A Raquel teve de fazer uns docinhos para apresentar em casa aos convidados.
  5. Tivemos de enfeitar a garagem onde foi feita a recepção dos convidados em casa. Um cenário com o Winnie the Pooh e os seus amigos.
  6. E mais um conjunto de coisas que não vale a pena descrever, mas que não deixaram de ser importantes.

No Domingo, antes dos convidados chegarem foi um stress total, pois eu precisava de cortar o cabelo (uso uma máquina). E acontece que a máquina avariou a meio do corte. Isto num Domingo a minutos dos convidados chegarem. Pior era impossível. Lá foi a Raquel comprar uma máquina à pressa e ainda fomos a tempo de o conseguir.

Depois, foram chegando os convidados, fomos tirando umas fotografias, o pessoal foi comendo e quando eram 11:30, arrancamos para a Igreja do sobralinho.
Chegando à Igreja, estava a missa a terminar, entramos e o Guilherme foi batizado em conjunto de um possível futuro colega, provável futuro amigo.
Lá se fez a celebração toda, fizemos as assinaturas e pronto, ficou o Guilherme baptizado.
Durante a celebração, às 12:05 o Guilherme fez o seu primeiro aniversário. Os Padrinhos até tinham um "Reminder" no telemóvel que entoou na primeira e segunda filas da Igreja.

Mais umas fotografias de grupo, despedimo-nos do Fotógrafo, e seguimos para a Quinta onde íamos almoçar. Alguns convidados só se aperceberam que o Fotógrafo não ía para a Quinta quando estavamos a arrancar com o carro. Temos pena, todos foram avisados várias vezes em casa para tirarem fotografias com o Guilherme, se quisessem. O Cenário estava lá para isso. Só não tirou quem não quis.

Já na Quinta, comemos, brincamos, ouvimos música, choramos com a apresentação dos slides, bebemos que nem uns camelos, enfim. Foi uma autentica festa. E se não me engano, foi o dia mais feliz do Guilherme até hoje. Embora ele seja sempre um bebé muito feliz, naquele dia ele estava especialmente feliz. Tinha muitas pessoas que o amam a rodea-lo, todos brincavam com ele. A prima Sofia não o largava. Tinha um sorriso lindo como sempre tem, mas lá está, este sendo especial.

A festa durou o dia todo, valeu muito a pena todo o trabalho e dinheiro gastos para a concretização deste dia.

Aproveito para agradeçer a todos os que tiveram presentes, a festa sem voçês não tinha sido a mesma coisa.

Espero que todos tenham gostado, bom todos ou quase todos. Há sempre alguém que gosta sempre de dizer que falhou qualquer coisa, mas já nem ligo. Faz parte. Tem de haver sempre uma ovelha negra no rebanho. Gostava era que essa ovelha respeitasse as nossas decisões e não nos dissesse cara a cara que "isto está mal", "acho mal aquilo", blablabla. Podia simplesmente omitir (que significa respeitar). Mas lá está, há sempre uma ovelhita negra, não há nada a fazer.

Um à parte: prefiro que seja oferecido ao Guilherme um popó de brincar todo partido sem rodas, e que digam "Sim senhora, bonita festa", mesmo estando a mentir, do que oferecer um Ferrari topo de gama dourado e dizer "Epá, acho que esta parte foi mal feita".

Só me resta dizer que eu adorei a festa, os meus próximos também, e isso é que interessa.

O meu filho vai ter esta recordação guardada em fotos e neste blog. Guilherme, quando conseguires ler isto quero que saibas além daquilo que leste no livro de honra, quero dizer-te que amo-te muito meu filho.

Beijinhos e abraços a todos.
Enviar um comentário