segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Desabafo


No fim de semana antes do aniversário do meu filhote, resolvi pintar a casa por fora. Nada de especial, simplesmente branqueá-la um pouco, apenas com uma de mão. Sinceramente foi mais para fazer a vontade à Raquel do que outra coisa. Ela considerava a casa já muito velha, e eu ainda aguentava uns anitos.

O que é um facto é que agora realmente parece muito mais nova, com a pintura.

Nas redes sociais onde estou inserido com uma ligeira actividade, comecei a anunciar a pintura no início da semana, e pedi voluntários para ajudar. Meio na brincadeira meio a sério, pois da mesma forma que em vindimas de amigos se pedem ajuda eu vou, esperava o mesmo para isto, já que eu não tenho vinhas.

A ideia era quanto mais pessoal fosse pintar, mais rápido seria, pelos meus cálculos, poderíamos pintar a casa em menos de meio dia. Isso mesmo! Coisa que não aconteceu porque simplesmente dos meus 242 "amigos" que tenho no Facebook, voluntariaram-se 0 (zero).

Assim, tive apenas a minha família mais chegada a ajudar, o que agradeço muito. Conseguimos pintar a casa em dia e meio.

Mas este post é mais para demonstrar a minha desilusão perante os amigos mais chegados que não foram capazes de dizer nada (daí os meus comentários mais sarcásticos no Facebook). Nem que dissessem que não podiam por isto ou por aquilo.

Para ser sincero, fiquei muito triste com algumas pessoas, apesar de não o demonstrar à frente delas. Apenas a Raquel sabe quem são, e eu não quero tornar isto em nenhuma chatice. Simplesmente apeteceu-me desabafar.

Não fiquei chateado com ninguém, simplesmente triste, mas isto passa com o tempo. Terá de passar...
Enviar um comentário